quarta-feira, 7 de março de 2012

- apenas palavras;

Ter a impressão de estar sempre no ponto de partida e fechar a porta pra deixar o mundo fora do quarto. Considerar que voce é a razão pela qual vivo. Isso é ou não é amor?
Procurar um equilíbrio que desaparece cada vez que a gente conversa e fingir sermos feliz com uma vida que não é como queremos. E depois deixar que a saudade passe sozinha. E pegar na sua mão e te dizer ainda... Sao apenas palavras. Sao apenas palavras as nossas.
Esperar que o amanhã chegue depressa e faça desaparecer cada pensamento. 
Deixar que o passar do tempo torne tudo um pouco mais claro.
Porque a nossa vida no fundo não é nada mais que um momento eterno, um momento entre voce e eu.
Sao apenas palavras. Palavras. Palavras.
E agora eu vejo que o tempo que eu passei com você mudou pra sempre cada parte de mim. Você tá cansado de tudo e eu não sei o que dizer. Não encontramos nem mesmo um motivo pra brigar. Estamos muito distantes, distantes entre nós.
Mas eu sinto um pouco meu os teus medos, gostaria de te abraçar forte e dizer que não é nada, mas posso somente repetir pra você ainda...
Que são apenas palavras.
(Noemi - Sono solo parole)

segunda-feira, 5 de março de 2012

- a última noite do mundo eu passaria com você;


cai a neve e eu não entendo o que eu realmente sento então me rendo.
cada referimento foi embora.
sumiram as calçadas e as casas e colinas. parecia lindo ontem.

e eu, soterrada pelo seu branco, vejo meu reflexo e não sei bem o que estou olhando
mas encontrei o teu sorriso doce nesta neve branca que me deixa perturbada.


a neve cai e cai também o mundo mesmo que não faça tanto frio.
agora aquilo que sinto e, lembre-se e lembre-me, que toda essa coragem não é neve e não se derreterá mais, mesmo que deva (coisa que me dizem com frequencia disfarcadamente).

se eu me apaixonasse de verdade, seria por você. a ultima noite do mundo eu passaria com você.


enquanto feliz eu choro e somente eu posso entender o quando é inutil se odiar profundamente.
encontrei o teu sorriso doce nesta neve branca que me deixa perturbada.

a neve cai e cai também o mundo mesmo que não seja frio.
agora aquilo que sinto e, lembre-se e lembre-me, que toda essa coragem não é neve e não se derreterá mais, mesmo que deva.

não encontrar um modo de estar bem apesar de tudo, cair em frente à todos e depois sorrir.
amar não é um privilegio, é somente uma habilidade.
é rir de cada problema, enquanto quem odeia treme.
o teu sorriso doce é tão transparente que não existe mais nada além.
é assim tão simples, tão profundo que cura tudo e faz acabar o mundo.
e me lembre que a coragem não é como esta neve.
(tiziano ferro - l'ultima notte al mondo)

domingo, 4 de março de 2012

- para sempre;



se um dia você voltasse para mim dizendo que foi um erro me deixe ir para longe de você, se um dia você falasse comigo dizendo que eu sou o seu arrependimento e que não consegue dormir, então eu te diria que desta vez seria para sempre. e que não importaria se as tuas palavra me machucaram porque no entanto valeria para que desta vez fosse para sempre. porque o orgulho no amor é um limite que se satisfaz apenas por um momento e logo depois volta a fome.
se um dia você sentisse que tem alguma coisa que você não sabe explicam e que não te deixa ir embora, não pergunte a mim. você nega a verdade agora que você não precisa chorar. pode acreditar que esquecer não será suficiente.
mas me iluda que seja para sempre. e não importaria se as tuas palavra me machucaram porque no entanto esta noite eu não cederei a nada, porque se eu perco no amor, eu perco você que acende o mundo por um momento e logo depois leva embora a luz.
e eu sei que é estúpido pensar que você seja diferente daquilo que você realmente é, daquilo que eu dei e não recebi em troca nem mesmo o mínimo que valha a pena estar sofrendo enquanto você afoga nos seus erros. e eu procuro entender a irresistivel necessidade de buscar amor naquele terreno que não é fértil nem mesmo para morrer, onde ao invés de morrer eu aprendi a respirar.
pra sempre. as tuas palavras me machucaram mas no entanto desta vez não te direi nada porque o orgulho no amor é um limite que se satisfaz apenas por um momento e logo depois volta a fome.
(nina zilli - per sempre)

sexta-feira, 2 de março de 2012

- tenho fé em nós;




nove meses.
nove mesi.
nine months.
九個月.
nueve meses.
neuf mois.
neun monate.

...porque eu tenho  em nós
acredito em você e mim.

quinta-feira, 1 de março de 2012

- a tua beleza é;

pra hoje? 
uma música que causa arrepios. 

enquanto espero que tudo acabe, eu te olho porque você é perfeita. você é a coisa que mais me assusta. enquanto você tira o vestido depressa, não resta nada mais que a maravilha que a tua pele nua desperta. estou precipitando, meu amor, como a chuva no teu rosto, como o céu quando desaba de repente. se a tua beleza é furiosa e nobre. é alguma coisa que se assemelha à melhor parte de mim. [...] (Francesco Renga - La tua bellezza)