terça-feira, 22 de abril de 2008

Forgiven;

You know how us Catholic girls can be, we make up for so much time a little too late.

I never forgot it, confusing as it was... No fun with no guilt feelings.
The sinners, the saviors, the loverless priests, I'll see you next Sunday.


We all had our reasons to be there, we all had a thing or two to learn.
We all needed something to cling to, so we did.

I sang Alleluia in the choir.
I confessed my darkest deeds to an envious man.
My brothers they never went blind for what they did, but I may as well have.
In the name of the Father, the Skeptic and the Son, I had one more stupid question.

We all had our reasons to be there, we all had a thing or two to learn.
We all needed something to cling to, so we did.

What I learned I rejected but I believe again.

I will suffer the consequence of this inquisition?

If I jump in this fountain, will I be forgiven?


We all had our reasons to be there, we all had a thing or two to learn.
We all needed something to cling to, so we did.


We all had delusions in our head.
We all had our minds made up for us.
We had to belive in something, so we did.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

- from doorway to doorway, street corner to corner;

existem 1001 coisas gritando agora dentro de mim.
existem 1001 coisas que estão me matando por dentro.
e eu sou só 1 lutando contra 1001 coisas.

"beautiful girl, stay with me!"

sinceramente, o pior sentimento é o de vazio.
é o que mais marca, que mais dói, que mais afeta.
esse... nada!

segunda-feira, 7 de abril de 2008

- livre associação¹;

"Vivemos esperando dias melhores..."
será mesmo? talvez para as pessoas otimistas. mas e para os realistas?
andei pensando e eu sou uma daquelas pessoas que está sempre preparada para o pior.
eu sempre espero o pior, e pra piorar, eu até imagino como reagiria diante do pior.
que coisa deprimente.
a psicologia é simplesmente magnífica, mas é doída pra quem estuda.
é horrivel saber que dentro de você existem desejos que você nao pode realizar, aqueles desejos que teu supergo vai lá corta. acha pouco? além destes desejos que se reprime conscientemente, existem outros milhares que inconscientemente é reprimido. e para quem não sabe lidar com esta energia reprimida, só lamento. vai procurar um psicanalista! haha!
e quando mais eu estudo, mais eu faço uma introspecção e me conheco.

posso nunca saber exatamente que tipo de pessoa eu sou; existem lacunas em mim desconhecidas e que talvez nem eu e nem ninguém descobrirá. no entanto, sei muito bem que tipo de pessoa eu não sou.
mas ainda não sei entender os meus "vãos emocionais". não entendo este meu comportamento auto-defensivo. nunca tive problema com amigas, pessoas em geral, nada. vai entender...
e nem me expressar e conversar eu tenho conseguido ultimamente.
estou me tornando uma ilha, típico de uma esquizotímica².

e falando em ilha, eu e uma amiga conversavamos hoje, sobre viver em uma ilha (de preferencia a do lost e com o Sawyer lá haha). sinceramente viu, eu não me apego a nada de material nesta vida. não sentiria falta de internet, de carro, de dinheiro, nada disso...
engraçado que semanas atras eu percebi o quanto algumas pessoas se apegam ao dinheiro. eu vi uma conversa na qual uma das pessoas dizia: "mas por que você reclama? você tem casa, carro, família, dinheiro, TUDO. o que tá ruim pra você?"
a melhor parte foi a resposta da outra pessoa: "é, talvez o que eu considere importante na minha vida, não seja o mesmo que você consideraria importante."
Ha Ha! adorei! e é verdade. eu sei que a minha família tem uma estrutura social e economica boa. mas eles fizeram por merecer né?! não é mérito meu. nem uma opção minha. será que só por que alguém tem dinheiro ele deixa de ter problemas? o problema é inerente ao ser humano.
então, jamais questione os problemas de alguém. você não tem o direito de fazer isso. ¬¬

então, já devo ter mencionado isto, mas eu queria mesmo ter coragem de me livrar desta vida e ir viver na Africa como voluntária. sabe? fazer alguma coisa que faça a nossa breve vida aqui na terra valer muito a pena.
pelo menos pra mim, a maior gratificação é receber um "obrigado", um carinho, um gesto que me prove que minha ação foi importante pra alguém.

--
¹ associação livre: técnica usada pro Freud para substituir a hipnose, é técnica psicanalítica onde o paciente fala tudo que lhe vem à mente e ao falar surge sentimentos e memórias reprimidas.
² esquizotímica: pessoa que apresenta um temperamento introvertido ou tendência intro­vertida, que, embora ficando dentro dos limites da normalidade, se assemelha algo à esquizofrenia.

terça-feira, 1 de abril de 2008

- work on a smile and go for a ride;


porque você teve um péssimo dia.
você está se sentindo pra baixo
e canta uma música triste pra mudar isso.
(...) você força um sorriso e vai dar uma volta.
você está se sentindo pra baixo e na verdade não se importa.



sem muito o que falar, apenas ouvindo a voz da solidão.
ah, será o inferno astral que antecede o aniversário? ¬¬

música triste: Side - Travis

(...) and when time is running out you wanna stay alive!

We all live under the same sky. We all will live we all will die.

There is no wrong, there is no right. The circle only has one side.